Oeiras é o maior empregador nas Tecnologias de Informação

0
394

2

Em 2013 nasceram 3 empresas de TIC por cada uma que encerrou.

A Radiografia Informa D&B considera que o setor das TIC em Portugal é “jovem, dinâmico”, está “em evolução” e tem “um perfil exportador mais acelerado do que a média do tecido empresarial”.

O relatório contabiliza que, apesar de registados 364 encerramentos, 1.167 empresas na área das TIC foram criadas em 2013, ou seja, por cada empresa que fechou em Portugal, outros 3,2 negócios nasceram. Por ano, são criadas em Portugal cerca de 900 empresas das Tecnologias de Informação e Comunicação.

Relacionando com os dados de 2012, houve um aumento de 12% nos nascimentos de empresas e uma queda de 22% nos encerramentos, embora em 2013 fossem registados mais 4 casos de insolvência que os 68 do ano anterior.

O estudo mostra ainda que 93,4% das empresas são de pequena dimensão (volume de negócios até 2 milhões de euros) e 53% tem menos de cinco anos. Cerca de um terço (32%) representa 3,1% das exportações. As pequenas e médias empresas com volumes de negócios inferiores a 50 milhões de euros são as que mais empregam (65%). A idade média das empresas do setor é de 7,4 anos, inferior aos 12,9 anos médios do tecido empresarial nacional.

Em Portugal há cerca de 6.000 empresas do setor das TIC que empregam mais 66.000 pessoas, representando 2,9% do emprego no setor empresarial.