Makro volta a ser liderada por um português após “reestruturação alemã”

0
12674

David Antunes chega da Polónia para substituir Tanya Kopps, que liderou o despedimento colectivo, alterou metade da operação da cadeia grossista e sai de Portugal com vendas de 365 milhões de euros no último ano fiscal.

A gestora que protagonizou o processo de reestruturação da Makro nos últimos três anos está de saída de Portugal. Nomeada em 2015 para directora-geral da operação portuguesa, Tanya Kopps será substituída por David Antunes, que “após um curto período de transição” vai assumir a nova função dentro do grupo a partir de 1 de Junho de 2018.

Pouco tempo depois de ocupar o gabinete em Carnaxide, Tanya Kopps liderou um despedimento colectivo, que abrangeu um total de 219 postos de trabalho, e cinco das dez lojas desta cadeia detida pelo grupo alemão Metro foram reestruturadas, com impacto também na dimensão dessas unidades. Há um ano, a gestora assinalava ao Negócios que esse “é um processo que já passou” e que a Makro “[está] agora num tempo diferente”.

Num comunicado de imprensa em que dá nota da mudança na gestão, a Makro assinala que a executiva de origem americana, que passará a assumir funções como directora-geral da Metro em Itália, nesta passagem pelo mercado nacional “teve um papel fundamental na consolidação do posicionamento da insígnia na sua especialização no sector horeca”, que envolve as actividades de hotelaria, restauração, catering e cafetaria.

Na folha de registos portuguesa da empresa de distribuição grossita, Tanya Kopps deixa uma facturação de 365 milhões de euros no ano fiscal 2016/2017, acima dos 345 milhões verificados no exercício anterior. Presente em Portugal desde 1989, a marca que no “cash & carry” tem como maior concorrente o Recheio (grupo Jerónimo Martins) conta actualmente com 10 lojas espalhadas pelo país e cerca de mil trabalhadores.

Volvida a fase de maior turbulência e de remodelação, o negócio que em 2017 concentrou os serviço de entregas no Porto, Lisboa e Algarve passa agora a ser gerido pelo português David Antunes, que iniciou o seu percurso na Makro Portugal em Novembro de 1997, passou por várias posições de liderança no Leste europeu e na Ásia e desde 2014 ocupava a função de “Offer & Branding Management Director” na Makro Polónia.

“É com um grande entusiasmo e satisfação que regresso ao meu país natal e inicio funções enquanto Director Geral da Makro Portugal, num mercado que tem apresentado excelentes perspectivas de crescimento. Queremos continuar a concentrar os nossos esforços no desenvolvimento de soluções inovadores e que criem valor para os nossos clientes, de forma a continuar a fazer da Makro um parceiro de referência no mercado da distribuição e da hotelaria e restauração em Portugal”, refere o gestor, citado nesta nota oficial.

https://www.jornaldenegocios.pt/empresas/comercio/detalhe/makro-volta-a-ser-liderada-por-um-portugues-apos-reestruturacao-alema

COMPARTILHAR