Investigadores da FMH desenvolveram aplicação deteta sinais precoces de Parkinson

0
7898

Investigadores da Faculdade de Motricidade Humana (FMH) da Universidade de Lisboa (ULisboa) ajudaram a desenvolver uma aplicação para telemóvel que permite detetar precocemente sinais de Parkinson.

A aplicação monitoriza o comportamento dos cidadãos e, através da análise dos padrões de atividade, indica se a pessoa poderá ter indícios da doença Parkinson.

Caso sejam detetados indícios ou sintomas, a pessoa é contactada para saber se quer ser seguida pela equipa médica que integra o projeto, que é quem pode ou não concretizar um diagnóstico.

A ferramenta resulta de uma parceria de 11 organizações de seis países: Portugal, Grécia, Bélgica, Alemanha, Suécia e Reino Unido.

https://www.ulisboa.pt/noticia/aplicacao-deteta-sinais-precoces-de-parkinson